28 de setembro de 2015

Projeto desenvolve leitura e escrita de forma diferente e atrativa


Na quarta-feira (30), cerca de 40 crianças irão visitar a chácara de Marta Pannunzio em Uberlândia (MG) e entrevistá-la para saber como é ser uma escritora.

“Se a educação sozinha não transforma a sociedade, sem ela tampouco a sociedade muda”. A famosa frase de Paulo Freire, considerado um dos pensadores mais notáveis na história da Pedagogia mundial e Patrono da Educação Brasileira, ecoa fortemente no trabalho desenvolvido há 18 anos pelo grupo EMCANTAR, que atua como grupo artístico, mas também na Educação com projetos de formação que atualmente envolvem cerca de 600 crianças e adolescentes do setor leste de Uberlândia (MG).
Desse total, 100 alunos participam todas as terças, quartas e quintas-feiras de oficinas gratuitas de criação literária, as quais têm o objetivo de incentivar o gosto pela leitura e escrita, habilidades tão fundamentais para o desenvolvimento humano e para a inclusão social. 
A arte-educadora do EMCANTAR responsável por estas oficinas, Aline Caixeta, enfatiza que a leitura e a escrita são instrumentos indissociáveis e essenciais para o aprendizado em qualquer área. “São infinitos os benefícios da leitura, seja num âmbito mais prático da realidade, pois quem lê desenvolve grande parte da competência linguística, e por isso pode ter mais facilidade de se relacionar com o mundo à volta; ou num sentido mais individual e pessoal, pois através da leitura acessamos mundos novos, diferentes e ampliamos assim nossa experiência de vida”, afirmou a arte-educadora que sente no cotidiano os resultados e a evolução das crianças incentivadas neste aspecto.
Segundo a aluna, Iasmyn Fernandes Mota, de 09 anos, que participa das oficinas de criação literária desenvolvidas pelo EMCANTAR através da Lei Estadual de Incentivo à Cultura de Minas Gerais e em parceria com o Programa Transforma do Instituto Algar, a forma como são conduzidas as atividades agrada bastante a turma. “Eu gosto muito das oficinas de literatura. É a que eu mais gosto. Gosto das leituras, dos textos que fazemos e também dos desenhos. Eu não sabia desenhar e agora sei. Também gosto dos passeios que a gente faz. Ano que vem quero continuar participando”, comentou.

Na chácara de Martha Pannunzio...
Na quarta-feira (30/09), os alunos vão fazer um passeio muito especial. “Nós levaremos duas turmas para um passeio cultural na chácara da escritora, Martha Pannunzio. Uma dessas turmas leu em conjunto (um pouquinho por dia) o livro "Era uma vez um rio" da escritora. Eles adoraram e ficaram super empolgados com a possibilidade de conhecê-la pessoalmente. Já a outra turma estudou a biografia da autora e - por coincidência - nós nos encontramos com ela quando fomos visitar a Biblioteca Municipal no começo do ano. Ela passou boa parte da visita com os meninos e falou um pouquinho para eles sobre cada um de seus livros, de modo que eles estão ansiosos para revê-la”, contou a coordenadora das oficinas.
Durante a visita à chácara, os alunos irão entrevistar Martha Pannunzio para saber um pouco mais sobre como é ser uma escritora. 
Os resultados dessa e outras atividades poderão ser apreciados no blog www.tecnologiaescutatoria.blogspot.com e no livro que será lançado no dia 28 de Novembro durante o evento Alvorada Cultural.

Mais sobre o EMCANTAR
É um grupo que há 18 anos trabalha com Arte e Educação. Na vertente artística, já lançou cinco álbuns: EMCANTAR (1999), MUTIRÃO (2003), PARANGOLÉ (2009), ESCUTATÓRIA (2012) e ENTREDENTES (2013). Além disso, realizou mais de 800 apresentações para mais de 250 mil pessoas de diversas cidades do Brasil, e acaba de retornar dos Estados Unidos, onde fez sua primeira apresentação internacional.
Na área educacional, desenvolve projetos de formação em artes, cultura e meio ambiente, através dos quais já envolveu mais de 30 mil pessoas, especialmente, educadores, crianças e adolescentes de regiões periféricas. Para saber mais, acesse: www.emcantar.org


Mais sobre o Instituto Algar
A Algar acredita que a educação é o caminho que vai levar o Brasil a uma realidade melhor. É por isso que, desde 1994, o Grupo investe em programas sociais voltados à comunidade, com objetivo de contribuir para a melhoria da qualidade da educação brasileira. Essa decisão da Algar é operacionalizada, desde 2002, pelo Instituto Algar e reflete o compromisso com a sustentabilidade, que permeia todas as ações do Grupo. São quatro programas sociais* que juntos chegam a 24 cidades, 70 escolas, 3.400  alunos, 200 educadores e a participação voluntária de 800 associados da Algar. (*Dados referentes a 2014). Dentre eles, o Programa Transforma, que atende 09 bairros de Uberlândia com objetivo de promover o desenvolvimento humano de alunos do ensino fundamental e médio realizando ações de Educação Integral no contra turno escolar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog