10 de setembro de 2015

Energia elétrica: um desafio a ser superado no campo

Atualmente, cerca de 80% das redes de energia no meio rural são monofásicas. Na prática, isso traz restrições ao uso de equipamentos e de tecnologia.

Nas décadas de 1960, 1970 e 1980, cerca de 30 milhões de brasileiros migraram do meio rural para o urbano, por vários motivos desde: a modernização e industrialização do País, à situação econômica, com falta de empregos na zona rural, o avanço da agricultura mecanizada e da monocultura, além dos atrativos culturais das metrópoles. 
De acordo com o censo de 2010 do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), 85% da população brasileira vivem nas cidades: um desafio para quem está no campo com a missão de suprir as necessidades desse enorme contingente de urbanos. 
O fornecimento de energia elétrica, que ainda carece de potência para conseguir dar conta das demandas dos produtores rurais, é sem dúvida um dos maiores desafios a serem superado no campo.
Atualmente, cerca de 80% das redes de energia no meio rural são monofásicas. Na prática, isso traz restrições ao uso de equipamentos e de tecnologia. Não são raros os casos de propriedades em que chuveiros e ordenhadeiras mecânicas ou tanques de resfriamento de leite não podem ser usados ao mesmo tempo. 
De acordo com Thiago Silveira, administrador da Fazenda Xapetuba, que tem 426 hectares no município de Uberlândia (MG); 1.200 bovinos leiteiros produzindo 8.000 litros de leite/dia; 3.100 matrizes suínas; e 50.000 aves de corte; a indisponibilidade de energia pode causar prejuízos enormes. 
“A energia sem interrupções é fundamental para inúmeros processos, desde a ordenha do leite, a ventilação das aves ou mesmo o transporte de ração. Por isso, não podemos depender do fornecimento convencional e contamos com dois geradores de energia, para o caso de uma emergência”, conta Silveira.
Para Francirlei Barros, diretor da ‘Alumiar Geradores’, empresa de locação de geradores de energia, que inclusive fornece equipamento para a Xapetuba, sem dúvida, a disponibilidade de energia com qualidade e sem interrupções no campo é fundamental para o acesso do produtor às tecnologias disponíveis e realização de suas atividades com maior eficiência e rapidez. 
“Existem necessidades de aquisição de geradores e casos em que a locação é mais vantajosa porque através dela o produtor terá garantias de trabalhar com equipamentos novos e econômicos, como os que a Alumiar oferece, e sem a preocupação com manutenções. De um modo ou de outro, os geradores de energia tornaram-se hoje fundamentais no campo para garantir a eficiência da produção e o abastecimento da nossa população”, concorda Barros. 

Mais sobre Alumiar Geradores – www.alumiargeradores.com.br
Empresa com sede em Araguari (MG) e atuação em todo o Triângulo Mineiro, Alto Paranaíba, interior de Goiás e São Paulo. Possui equipamento destinado à locação para demandas no campo, eventos, obras  de construção civil, empresas e no atendimento emergencial, com baixo nível de ruído, adequando-se ao perímetro urbano e às necessidades dos clientes, que podem ser operações de emergência, utilização em horários de sobrecarga, e ações pontuais em geral, com Grupo Gerador, linha diesel, potência de 20 a 260KVA, silenciado, trifásico. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog