6 de julho de 2015

Autobiografia Autorizada com Paulo Betti é sucesso em Uberlândia

Foto: Mauro Kury

Mais uma vez, Uberlândia demonstra que tem vocação para receber grandes espetáculos. Foi com a casa cheia (de gente e alegria) que um dos maiores atores brasileiros subiu ao palco do Teatro Municipal para divertir e emocionar os espectadores. 
“Eu adorei. Estou encantada, com vontade de preservar mais as minhas lembranças também, ainda mais com esse olhar poético e positivo que o Paulo tem da vida. Uma verdadeira lição de vida!”, comentou a professora Moema Lavínia, que participou da estreia de ‘Autobiografia Autorizada’, nesta última quinta-feira (02).
E dizemos que ela “participou” do espetáculo porque a interação do ator com espectador durante a peça é enorme. Paulo desce do palco, dança com o público e inebria a plateia com uma atmosfera que alterna entre o vibrante e o encantador.
“Ele é uma fera mesmo”, comenta o fotógrafo, Douglas Luzz, que também esteve na plateia.
Durante uma hora e meia, a magia que permeou a infância e adolescência de Paulo Betti instala-se no palco com a ajuda de um cenário fantástico, em que a humilde casa onde ele viveu em Sorocaba é feita em papel e é de onde surgem personagens engraçados como a avó, imigrante italiana que “mijava” em pé e às vezes agenciava as benzições da filha, mãe de Paulo, que ao contrário não lograva lucros com a ação, vindo a se tornar uma benzedeira de mão cheia.
Aos 40 anos de carreira, o ator presta homenagem aos seus ancestrais num processo catártico que contagia a plateia. A religiosidade, muito presente em sua vida, gera no palco uma atmosfera mística e espiritual, avalizada pela história de um menino pobre, caipira, temporão de uma família analfabeta cuja mãe teve 15 filhos, mas que aprendeu a ler e tomava nota de tudo, escrevendo, assim, ao longo da vida, o texto para a peça em cartaz.

Workshop gratuito com Paulo Betti
No sábado (04), o ator participou de um workshop voltado para atores, diretores e produtores teatrais. Com o tema “Paulo Betti nu e cru: O Processo de feitura do espetáculo Autobiografia Autorizada”, a atividade aconteceu às 17h na Oficina Cultural de Uberlândia. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog