12 de junho de 2015

Estudantes de Uberlândia vão ao cinema pela 1ª vez neste domingo (14)

Cerca de trinta alunos das oficinas de audiovisual do EMCANTAR irão prestigiar a pré-estreia do documentário, ‘Tecendo Memórias’, da cineasta Iara Magalhães. 

Foto: Divulgação 
O próximo domingo será diferente para as crianças e adolescentes que frequentam as oficinas de audiovisual desenvolvidas pelo EMCANTAR em parceria com o Programa Transforma do Instituto Algar no bairro Alvorada, em Uberlândia (MG). 
Eles farão um passeio inédito que contribuirá ainda mais para o aprendizado em audiovisual. E dessa vez, a sala de aula será um lugar bem mais divertido: o cinema. 
A sessão especial exibe o documentário “Tecendo Memórias” com direção de Iara Helena Magalhães e acontece no dia 14 de Junho às 10h30 no Cinépolis. 
O documentário retrata a vida de tecelãs da associação Fios do Cerrado de Uberlândia e foi produzido pelas próprias trabalhadoras que mostram sua arte de tecer enquanto contam suas experiências de vida. 
De acordo com a arte-educadora do EMCANTAR, responsável pelas oficinas de audiovisual que estes alunos frequentam semanalmente, Aline Miguel, mais da metade das crianças e adolescentes que terão a oportunidade de conferir a obra da cineasta uberlandense nunca esteve em um cinema. 
Para ela, a iniciativa de levar os jovens para assistirem ao documentário contribui substancialmente para a formação de cada um deles: “A presença e o contato com profissionais que atuam na área é muito importante. Após a exibição do documentário, eles terão também a oportunidade de participar de um debate com a cineasta”. 
Aline acredita que este intercâmbio cultural será muito rico para os alunos, porque o documentário em cartaz aproxima-se dos curtas-metragens feitos por eles nas oficinas de audiovisual. “Inclusive, a diretora do documentário, Iara Magalhães, já ministrou alguns workshops para os alunos e para eles assisti a uma estreia como esta é muito especial”, enfatiza.

Sobre o Projeto Tecnologia Escutatória
As oficinas de audiovisual fazem parte do Projeto Tecnologia Escutatória, que atende cerca de 240 alunos da rede pública de ensino, em sua maioria do setor leste de Uberlândia (MG), divididos em turmas de audiovisual e criação literária. 
As oficinas de audiovisual acontecem as terças, quartas e quintas das 08h30 às 10h30 e das 14h às 16h, no Clube Cesag, bairro Alvorada, e terão como resultado uma mostra de vídeos pública que será realizada no fim do ano. O trabalho também poderá ser conferido no blog www.tecnologiaescutatoria.blogspot.com.br. O projeto é desenvolvido pelo EMCANTAR, em parceria com o Programa Transforma, do Instituto Algar, por meio da lei estadual de incentivo à cultura de Minas Gerais. 

Sobre o Instituto Algar
A Algar acredita que a educação é o caminho que vai levar o Brasil a uma realidade melhor. É por isso que, desde 1994, o Grupo investe em programas sociais voltados à comunidade, com objetivo de contribuir para a melhoria da qualidade da educação brasileira. Essa decisão da Algar é operacionalizada, desde 2002, pelo Instituto Algar e reflete o compromisso com a sustentabilidade, que permeia todas as ações do Grupo. São três programas sociais* que juntos chegam a 24 cidades, 70 escolas, 3.400  alunos, 200 educadores e a participação voluntária de 800 associados da Algar. (*Dados referentes a 2014). Dentre eles, o Programa Transforma, que atende 09 bairros de Uberlândia com objetivo de promover o desenvolvimento humano de alunos do ensino fundamental e médio realizando ações de Educação Integral no contra turno escolar.

Sobre o EMCANTAR
É um grupo que há 18 anos trabalha com Arte e Educação. Em sua vertente artística, lançou cinco álbuns: EMCANTAR (1999), MUTIRÃO (2003), PARANGOLÉ (2009), ESCUTATÓRIA (2012) e ENTREDENTES (2013). Já realizou mais de 800 apresentações para mais de 250 mil pessoas de diversas cidades do Brasil, e acaba de retornar dos Estados Unidos, onde fez sua primeira apresentação Internacional.
Na área educacional, vem desenvolvendo de forma excepcional projetos de formação em artes, cultura e meio ambiente, através dos quais já envolveu mais de 30 mil pessoas, especialmente, educadores, crianças e adolescentes de regiões periféricas. Para saber mais, acesse: www.emcantar.org

Serviço:
O quê: Alunos de audiovisual assistem ‘Tecendo Memórias’
Quando: 14/06 – às 10h30                 
Onde: Sala 07 do Cinépolis, no Center Shopping.
Entrada Franca
Sinopse do documentário: 
O filme repensa o trabalho criativo de senhoras afiadas com a história da tecelagem manual, elas tecem o roteiro de um auto-retrato da vida a fiar. "Gostaria que as pessoas depois do filme dissessem: Não vi o bastante para saber sobre as tecelãs e sobre a tecelagem, mas devo vê-lo em detalhe.  O ver sabe melhor aproximar-se” - Iara Helena Magalhães - Direção

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog