11 de maio de 2015

FOTOMICROGRAFIA: um novo jeito de fotografar

Técnicafotográfica pode ser utilizada por fotógrafos profissionais ou amadores que desejam ampliar imagens e revelar detalhes invisíveis a olho nu.

Maria Inês mostra peças da exposição
A Fotomicrografia é uma técnica fotográfica utilizada na obtenção de imagens ampliadas pelo microscópio.São inúmeras as aplicações desta técnica,que pode ser usada para fins de diagnósticos biológicos, geológicos, restauração de obras, autenticação de documentos, datações de objetos arqueológicos, etc..
A novidade é a sua utilização nas Artes, pois para a maioria das pessoas o uso do microscópio está ligado à Ciência e a trabalhos especializados como o que citamos acima.
Segundo a doutora em Ciências pela USP - Universidade de São Paulo, Maria Inês Machado, apesar de parecer uma função exclusiva dos cientistas, que necessita de tecnologias avançadas e equipamentos inacessíveis, a prática não é difícil.
Após 40 anos de Ciência, ela resolveu associar o conhecimento que detêm em Microscopia às Artes e a exposição ARTE FOTOMICROGRAFIA, lançada por ela recentemente em Uberlândia (MG), virou notícia em importantes veículos de comunicação do País. 
O ineditismo do seu trabalho reside no fato das peças produzidas por ela conterem imagens belíssimas invisíveis a olho nu. Para ser mais contemporânea ainda, Maria Inês imprimiu imagens obtidas com a ajuda do microscópio em tecido finos e leves que podem ser usados como acessório de moda exclusivo.
Para o fotógrafo profissional Jorge Henrique Paul, que visitou a exposição da cientista, as imagens fotomicrografadas contêm todos os atributos que uma boa fotografia deve ter, tornando o trabalho de Maria Inês ainda mais belo. “Ela conseguiu com fotomicrografia detalhes de estruturas infinitamente pequenas e os tornou obras de arte, com todos os componentes que uma fotografia precisa para se tornar atrativa”, avaliou Paul.

Arte e técnica acessível: www.MIMartefotomicrografia.com.br
Segundo Maria Inês Machado, a fotomicrografia pode ser utilizada por fotógrafos profissionais, mas também por amadores. “O aspecto que as imagens adquirem após a aplicação da técnica possibilita novas perspectivas para objetos que podem ser estudados cientificamente ou ainda ter finalidade artística”, enfatiza. 
Ela ressalta ainda que a técnica é disponível para todos, mas que o microscópio, assim como uma câmera fotográfica exige conhecimentos específicos em seu manuseio. “O processo criativo e a concepção não cientificista desta prática em Fotografia estão divulgados juntamente com os conteúdos teóricos práticos, os fundamentos operacionais e as tecnologias no meu site que é www.MIMartefotomicrografia.com.br”, convida Maria Inês. 
Além disso, é possível aprender a técnica através de cursos presenciais e à distância oferecidos por instituições nacionais e internacionais, a exemplo do Programa de Inclusão Científica da NASA.

Serviço:
O quê: Exposição ARTE FOTOMICROGRAFIA
Onde: Casa da Cultura -Praça Coronel Carneiro, nº 89 – Fundinho – Uberlândia (MG)
Quando: até 19 de maio – de segunda a sexta das 12h às 18h.
Entrada franca

Mais sobre Maria Inês Machado
Após quatro décadas de docência e pesquisa científica nas instituições USP, UFU e UNIMINAS, Maria Inês Machado ingressa em 2011 no curso de Graduação em Artes Visuais da UFU, e mesmo impossibilitada hoje de frequentá-lo devido a um Câncer de Mandíbula pelo qual já passou por seis cirurgias, decide dedicar-se à prática da Fotomicrografia Experimental e atuar nas interfaces da Arte-Ciências. Em 2012, cria o seu ateliê laboratório, ALEF - Ateliê Laboratório de Experimentação em Fotomicroscopia, instalado em Uberlândia onde realiza estudos experimentais em fotomicroscopia ótica. A produção intensa da cientista visual inclui desenhos e intervenções em imagens de nanotecnologia, demonstrando a transversalidade de diálogos da Fotomicrografia com diferentes práticas das Artes Visuais. 



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog