18 de novembro de 2014

Cineastas colaboram com a finalização de kit multimídia produzido por crianças de projeto social

Uberlândia vai poder conferir resultado final das oficinas de audiovisual e literatura no dia 06 de dezembro em evento aberto ao público.
Foto: Douglas Luzz

O Projeto Tecnologia Escutatória, realizado pelo EMCANTAR em parceria com o Programa Transforma, promoveu recentemente oficinas com dois cineastas de Uberlândia. Guilherme Francisco Lopes e Iara Magalhães abordaram o tema do cinema colaborativo e contemporâneo nos workshops ministrados.

Segundo Guilherme, a tecnologia vem se desenvolvendo cada vez mais rápido, e as crianças que estão inseridas nesse universo têm intimidade para trabalhar com as câmeras de celular permitindo a criação de conceitos diferentes. “O projeto alcançou uma maturidade maior entendendo mais a tecnologia e aproveitando o olhar da câmera digital ao qual a criança está habituada hoje em dia. Isso nos libertou para trabalhar novos conceitos nas oficinas”, enfatiza Guilherme.

De acordo com Aline Miguel, cineasta e artista-educadora do projeto, importantes gêneros e técnicas, como animação, clipe e gramática visual foram trabalhados durante os workshops, e as técnicas mais utilizadas hoje pela garotada do Projeto são o ‘Stop Motion’, que é a disposição sequencial de fotografias diferentes de um mesmo objeto inanimado para simular movimento, e o ‘Pixelation’, técnica de animação na qual os atores "vivos" são captados quadro a quadro.

Além do trabalho audiovisual, os alunos contam também com oficinas de literatura. Durante o ano foram realizados workshops de cinema, criação literária e ilustração. Alguns dos trabalhos realizados podem ser conferidos em www.tecnologiaescutatoria.blogspot.com

Todo conhecimento adquirido está sendo aplicado pelos alunos na produção de um kit multimídia (livro e DVD), que será lançado no dia 06 de dezembro no ‘Alvorada Cultural’, evento aberto a comunidade que acontecerá no Clube Cesag, no bairro Alvorada, em Uberlândia, e que contará ainda com diversas outras atrações.

Mais sobre o Projeto Tecnologia Escutatória
Realizado pelo EMCANTAR, com apoio do Instituto Algar, em parceria com o Programa Transforma, ONG CASA, Escola Estadual do Jardim Ipanema, e municipais, Hilda Leão Carneiro, Profª Irene Monteiro Jorge e Dr. Joel Cupertino Rodrigues, promove oficinas semanais e gratuitas de audiovisual e literatura para dezenas de alunos de escolas públicas do setor leste de Uberlândia (MG).
O foco é o desenvolvimento de habilidades e competências humanas com estímulo à arte e educação. Todo o trabalho é baseado na Tecnologia Educacional Escutatória, fruto de 17 anos de experiência e vivência do EMCANTAR em uma das suas áreas de atuação, que é a formação educacional por meio da arte.
Para saber mais ou fazer download gratuito da Tecnologia Educacional Escutatória, que pode ser utilizada em escolas, empresas e organizações, acesse www.emcantar.org e www.tecnologiaescutatoria.blogspot.com


Sobre o Instituto Algar
A Algar acredita que a educação é o caminho que vai levar o Brasil a uma realidade melhor. É por isso que, desde 1994, o Grupo investe em programas sociais voltados à comunidade, com objetivo de contribuir para a melhoria da qualidade da educação brasileira. Essa decisão da Algar é operacionalizada, desde 2002, pelo Instituto Algar e reflete o compromisso com a sustentabilidade, que permeia todas as ações do Grupo. São três programas sociais* que juntos chegam a 20 cidades, 130 escolas, 4 mil alunos, 300 educadores e a participação voluntária de 640 associados da Algar. (*Dados referentes a 2013). Dentre eles, o Programa Transforma que atende 09 bairros de Uberlândia com objetivo de promover o desenvolvimento humano de alunos do ensino fundamental e médio realizando ações de Educação Integral no contra turno escolar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog