27 de novembro de 2014

‘Calle’ finaliza temporada de espetáculos do Projeto CASA ABERTA

Peça será encenada neste sábado (29) e domingo (30) em Uberlândia.

Foto: Natálya Pinheiro

O Projeto CASA ABERTA COLETIVOS NAS GERAIS, que ofereceu a Uberlândia entre agosto e novembro uma vasta programação de espetáculos, oficinas e intercâmbios entre grupos de teatro locais e de outros Estados, por meio do Fundo Estadual de Incentivo à Cultura, chegou ao fim.

Para Amanda Barbosa, integrante da Trupe de Truões, grupo de teatro de Uberlândia que idealizou e realizou o Projeto Casa Aberta, fazer teatro fora do eixo Rio-São Paulo não é tarefa fácil.  “A nossa vontade é mostrar não só para o público da cidade, mas também para o resto do Brasil, que aqui há teatro de qualidade, pesquisa e cultura”, disse Barbosa.

Para quem até agora não pôde prestigiar a iniciativa da Trupe de Truões, que recebeu no Ponto dos Truões cerca de 2.600 pessoas nesta temporada, neste final de semana os anfitriões do CASA ABERTA encenam  “Calle”, um grande sucesso de bilheteria do grupo.

“Agradecemos a todos os envolvidos que auxiliaram direta ou indiretamente para a realização do Projeto e convidamos o público para assistirem ao espetáculo de encerramento do Casa Aberta neste próximo fim de semana”, diz Barbosa.

Sobre Calle
O espetáculo Calle do grupo Trupe de Truões possui quatro motes-chaves: ruptura, nudez, melodrama e voyeurismo.
A partir de projetos vividos por Sophie Calle - utilizados por Paul Auster na composição de uma personagem chamada Maria, no Livro Leviatan, os atores da Trupe constituíram seus próprios projetos.
Assim, é uma dramaturgia resultante de um processo colaborativo articulado com improvisações baseadas nos procedimentos dos viewpoints, em que experiências pessoais - que garantem uma forte medida de emoção - se mesclam com histórias ficcionais.

Serviço:
O quê: Espetáculo “Calle” com Trupe de Truões
Onde: Ponto dos Truões – Av. Ana Godoy de Souza, 381, Santa Mônica.
Quando: 29 e 30/11 às 20h
Ingressos: R$ 20 (Inteira) R$ 10 (meia)
Classificação: 18 anos

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog