29 de outubro de 2014

4º Festival de Fotografia do Cerrado encerra atividades nesta quinta (30)

Quatro exposições ainda podem ser conferidas no Center Shopping.

Everton Rosa - Foto Douglas Luzz

A 4ª edição do Festival de Fotografia do Cerrado está chegando ao fim.
Nesta segunda-feira (27), cerca de 50 fotógrafos de Uberlândia e região participaram do Ciclo de Palestras Técnicas, promovido pelo Festival no Center Convention.
Entre os participantes estava o fotógrafo, Daniel Cavalari, que há 22 anos atua na área, e segundo quem o Ciclo de Palestras foi muito proveitoso, principalmente, pela qualidade dos palestrantes que trouxe.
“Valeu a pena participar! Considero este tipo de evento uma iniciativa muito importante que vem agregar conhecimento e experiência de profissionais que se destacam na área, como é o caso de Everton Rosa e dos irmãos Reichert”, disse Cavalari.
Alguns fotógrafos vieram de outras cidades para participar do Ciclo de Palestras e retornaram satisfeitos para casa, como é o caso de Fernanda Souto, de Coromandel.  “É muito bom poder trocar informação, compartilhar técnicas e, principalmente, discutir mercado. Fiquei com gostinho de quero mais...”, comentou Souto.

Quatro fotógrafos expõem trabalhos no Center Shopping
Para encerrar esta edição, que contou com diversas atividades, como varal fotográfico, fotochopp, palestras e debate, o Festival de Fotografia do Cerrado preparou quatro exposições que podem ser conferidas no Center Shopping, até nesta quinta-feira (30). 
De acordo com o fotógrafo e produtor do Festival, Ricardo Borges, os expositores são: Paulo Mota (Paul Fix) com o tema “Olhar para Cima”; Calvino Vieira com “Foto Preto e Branco e Manipulação Digital”; Santelmo Souto com “Retratos”; e Léo Figueiredo, que expõe fotografias de suas viagens pela América Latina.
“Ainda dá tempo de conferir as exposições, que contam com imagens belíssimas. Quero agradecer a todos que participaram do Festival e que, de alguma forma, ajudaram a divulgá-lo. Esperamos, dessa forma, contribuir para o aprimoramento desta arte e deste trabalho tão gratificante que é fotografar”, enfatizou Borges.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog